"PALAVRA VIVA"

Poderá Gostar Também De:

Eu Quero Saber: O Que Tem de Errado Com O " 1º de Abril " ?

quinta-feira, março 31, 2011
 

Um pouco de História:
           Há muitas explicações para o 1 de abril ter se transformado no dia das mentiras ou dia dos bobos. Uma delas diz que a brincadeira surgiu na França. Desde o começo do século XVI, o Ano Novo era festejado no dia 25 de março, data que marcava a chegada da primavera. As festas duravam uma semana e terminavam no dia 1 de abril.
           Em 1564, depois da adoção do calendário gregoriano, o rei Carlos IX de França determinou que o ano novo seria comemorado no dia 1 de janeiro. Alguns franceses resistiram à mudança e continuaram a seguir o calendário antigo, pelo qual o ano iniciaria em 1 de abril. Gozadores passaram então a ridicularizá-los, a enviar presentes esquisitos e convites para festas que não existiam. Essas brincadeiras ficaram conhecidas como plaisanteries.
           No Brasil, o primeiro de abril começou a ser difundido em Minas Gerais, onde circulou A Mentira, um periódico de vida efêmera, lançado em 1º de abril de 1848, com a notícia do falecimento de Dom Pedro, desmentida no dia seguinte. A Mentira saiu pela última vez em 14 de setembro de 1849, convocando todos os credores para um acerto de contas no dia 1º de abril do ano seguinte, dando como referência um local inexistente.


                   


Por: Llyne Ribeiro: 31 de março de 2011, 19:10 - PM 

             Mentir nunca foi uma das idéias mais brilhantes que o homem "arquitetou", e vai de encontro com os parâmetros de conduta moral. Mancha o caráter de quem profere as falsas informações, e além disso, mentir também é PECADO!!!
            Uma pessoa que mente, põe em risco a credibilidade que as outras pessoas depositaram nela. 
            Uma característica forte de quem mente está em seus aspectos físicos, um mentiroso é alguém que não tem coragem de encarar alguém de perto, ou de olhar nos olhos ao falar - quando retratam os olhos como sendo o "espelho da alma", devem querer dizer com isso que, através deles, pode ser discernido o que é verdade ou mentira nas intenções da outra pessoa.
                      - Ninguém gosta de ser enganado!
                   Qual o prazer em se contar uma falsa história, que pode - dependendo do seu grau - prejudicar muito o seu próximo?
                A verdade é que: um mentiroso, não prejudica apenas àqueles que estão a sua volta - o mais prejudicado em uma mentira mirabolantemente criada, é ele! Até porque em uma mentira proferida, "bobo" não é quem acredita, "bobo" é quem engana!




                     DEUS é VERDADE! a Sua PALAVRA é VERDADEIRA!
                Tudo aquilo que foge da Verdade, não deriva de Deus, logo - a mentira e o mentiroso, opõe-se à DEUS
                Assim como a Luz, nada tem a ver com as trevas, a VERDADE não tem ligação nenhuma com a MENTIRA

"Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros."

E se eu mentir, eu me afasto de DEUS?

      A palavra da VERDADE é bem clara quanto a essa dúvida, e ela nos esclarece algo muito forte e definitivo.
Se você gosta de "brincar" de "mentir", veja o que o SENHOR DEUS nos revela em Sua maravilhosa PALAVRA:

"Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira."

Suas palavras devem ser para abençoar e edificar vidas, foi para isso que Deus te fez e te chamou.
Então aplique essa VERDADE em seu coração. E não brinque de mentir - Porque mentir pode se tornar um vício e quem mente uma vez, mente 100.  

0 comentários:

Postar um comentário

te.conhecerei.blogspot.com, agradece a sua participação nessa postagem!

Que o DEUS ETERNO derrame bênçãos sem medidas sobre sua vida...

Leia Também:

Queridos Amigos Que Me Seguem...

Minha Estante...

Minha Estante...
"Dias Melhores Virão" - Max Lucado

"Conhecer JESUS é Tudo" - Alejandro Bullón

"E a Pedro" - Watchman Nee

"O valor das Palavras de uma Mulher" - Dianna Booher